Atentado deixa mais de 300 mortos no Egito

0
334
Al Rawdah Mosque in North Sinai hit by bomb attack on Nov.24, 2017 - Egypt Today
Al Rawdah Mosque in North Sinai hit by bomb attack on Nov.24, 2017 – Egypt Today

Nesta sexta-feira (24), um atentado contra uma mesquita no Sinai, Egito, deixou mais de 300 mortos. O ataque aconteceu quando o templo Al-Rawda, em Bil al-Abed, estava cheio de fiéis. Durante a cerimônia, cerca de 30 homens teriam lançado bombas e atirado.

Nenhum grupo assumiu a autoria do ataque, mas, segundo o governo egípcio, há suspeitas sobre o Wilayat al-Sinai (associado ao Estado Islâmico), culpado por ataques anteriores.

Em comunicado à imprensa, o presidente Abdul Fattah al-Sisi declarou três dias de luto. O chefe da Liga Árabe, Ahmed Aboul Gheit, chamou o ato de “crime aterrorizante”.

Nos próximos dias, Por dentro da África ouvirá egípcios para uma reportagem especial. Acompanhe a página!

*Com cerca de 95 milhões de habitantes, o Egito possui uma das histórias mais longas entre todos os Estados modernos, tendo sido continuamente habitado desde o 10.º milênio a.C. Sua antiga civilização foi responsável pela construção de alguns dos monumentos mais famosos da humanidade, como as pirâmides de Gizé e a Grande Esfinge, tendo sido também uma das mais poderosas de seu tempo e uma das primeiras seis civilizações a surgir de forma independente no mundo. (Wikipedia)